ANIMAR 16



A Solar – Galeria de Arte Cinemática acolhe mais uma exposição realizada no âmbito da ANIMAR, em 2021. Esta exposição constituirá o centro de um conjunto de atividades diversificadas que, para além de explorarem as relações entre o cinema e outras artes, promovem a aprendizagem lúdica em diferentes campos da criatividade artística e, ao mesmo tempo, promovem a descodificação de conteúdos, através da documentação e demonstração dos processos que levam à criação das obras, desde a ideia inicial a outras etapas do seu desenvolvimento.

As atividades propostas destinam-se a um vasto leque de públicos, com ênfase na formação das crianças e jovens estudantes em escolas, desde o primeiro ciclo do ensino básico até à universidade, não esquecendo as crianças e as suas famílias.

A programação da ANIMAR 16 que, integra também pela primeira vez sessões de cinema ao ar livre e online dedicadas a vários escalões etários, embora centrada no cinema de animação, abarca outras áreas do cinema, como o documentário, constituindo uma oportunidade para dar a conhecer algumas das curtas-metragens relevantes na produção nacional recente, com foco na história da animação portuguesa do século XXI.
Esta exposição agrupa um conjunto de filmes e projetos de cinema de animação de Julia Ocker, Natália Azevedo Andrade e João Gonzalez, bem como uma instalação de Tânia Dinis, desenvolvida no âmbito duma residência artística realizada na Solar em 2020. Trata-se da criação dum momento de encontro entre obras e criadores no âmbito das temáticas da ANIMAR, onde é evidenciada uma conjugação de projetos entre o universo da animação e do documentário. Para além das instalações artísticas motivadas por elementos destacados dos diferentes filmes, aspetos da criação plástica ou cenários utilizados em sequências animadas, será explorado um percurso que dará a conhecer, um conjunto de obras, que têm o mar como elemento aglutinador. As instalações artísticas foram imaginadas e desenvolvidas, num trabalho colaborativo entre a equipa da Solar, os artistas e a equipa educativa ARISCA, explorando dispositivos variados e as suas articulações com o espaço da galeria, refletindo os processos criativos implicados em diferentes filmes. Para além desta exposição, a ANIMAR 16 promove visitas, também na Solar, sessões de cinema ao ar livre no Pátio da Solar e no Teatro Municipal de Vila do Conde. Nas escolas promove o Kit escolas, uma viagem criativa ao mundo do cinema de animação, através da arte rupestre e dos dispositivos óticos do pré-cinema. Irão decorrer workshops, com ênfase no cinema de animação, mas também no documentário, através de atividades que constituem um conjunto de novas ferramentas, meios e metodologias que introduzem o princípio de aprender através de uma experiência lúdica e participada. Uma proposta de sensibilização para a arte, através da descodificação da imagem em movimento e da mobilização de saberes transversais, estimulando a imaginação através do princípio de aprender a brincar.


A programação online, possibilita ao longo de toda a Animar 16, uma alternativa para todos aqueles que, em casa e em todo o país, não irão conseguir poder aceder às atividades propostas na galeria e em Vila do Conde, e assim poderão conhecer a obra cinematográfica dos criadores em destaque, bem como aos seus processos criativos, através de entrevistas e pequenos filmes.

© 2021 Curtas Vila do Conde