Laissez Vibrer

O termo "laissez vibrer" prov√©m da nota√ß√£o musical para percuss√£o, noutros idiomas escrito como "let vibrate", "lasciare vibrare" ou "deixar vibrar". √Č uma directiva ao instrumentista para que este n√£o abafe ou interrompa o som ap√≥s o ataque inicial, permitindo, pelo contr√°rio, que este se desvane√ßa naturalmente.¬†

Durante a inauguração terá lugar uma performance da peça "Having never written a note for percussion" do compositor norte-americano James Tenney (1971), adaptada a pratos de bateria.

"C'est encore l'hiver (‚Ķ).¬†Mais des clart√©s plus tendres irisent la brume¬†et, le soir, un nuage gris est bord√© de feu.¬†Ce signe de la lumi√®re,¬†cette discr√®te annonciation,¬†on l'oubliera dans la pluie¬†et les d√©ceptions de mars." ‚ÄĒJacques Chardonne, L'amour c'est beacoup plus que l'amour (1937)

Nuno da Luz

(n. 1984, Lisboa) √© artista, designer gr√°fico e editor, actualmente a viver e trabalhar em Berlim, Alemanha. O seu trabalho circunscreve tanto o auditivo como o visual, na forma de eventos sonoros, instala√ß√Ķes e material impresso, na sua maioria distribu√≠dos pela publicadora ATLAS Projectos e pela editora discogr√°fica Palmario Recordings. Projectos recentes incluem as exposi√ß√Ķes individuais Laissez Vibrer, enblanco projektraum (Berlim, 2013), O nosso sil√™ncio √© um aviso, O nosso sil√™ncio √© s√≥lido, Vera Cort√™s Art Agency (Lisboa, 2012); e as exposi√ß√Ķes colectivas Bosch Young Talent Show, Stedelijk Museum ('s-Hertogenbosch, 2013), Appleton Recess #3, Appleton Square (Lisboa, 2012), AVANTE!, SP-Arte (S√£o Paulo, 2012), Como proteger-se do tigre:, XVI Bienal de Cerveira (V.N. Cerveira, 2011), Pr√©mio EDP Novos Artistas 2011, Museu da Electricidade (Lisboa, 2011), The Office, Kaiserpassage (Frankfurt am Main, 2011) e in Sardegna tutto √® tondo, Vera Cort√™s Art Agency (Lisboa, 2010).

///

Direção artística: Miguel Dias, Mário Micaelo, Dario Oliveira, Nuno Rodrigues
Coordenação da exposição: Mário Micaelo
Produção e montagem da exposição: Davide Freitas
Produção e apoios institucionais: Raquel Moreira
Apoios: Jussara Oliveira
Comunicação: Daniel Ribas
Imprensa: Hugo Ramos
Design gr√°fico: Jo√£o Faria, drop.pt

© 2022 Curtas Vila do Conde