O colectivo Common Culture apresenta na Solar um projecto art√≠stico marcado pela influ√™ncia do consumismo e da experi√™ncia da vida quotidiana, partindo da premissa de que existe um fasc√≠nio pela est√©tica e pela cultura pop, numa l√ļcida reflex√£o sobre a sociedade, as suas tens√Ķes, o exerc√≠cio do poder e o subjacente controlo das suas for√ßas disruptivas.
A partir de meados do s√©culo XX, a cultura popular urbana tem sido um tema recorrente na arte, grande parte das vezes explorando e representando os produtos associados √† sociedade capitalista e √† ascens√£o social, mas n√£o muito frequentemente as rela√ß√Ķes sociais e menos ainda as chamadas culturas do excesso.
O que se prop√Ķe ao p√ļblico participante √© uma rela√ß√£o de certa forma terap√™utica, numa transfer√™ncia do que √© a cultura popular e de excesso, atrav√©s da demarca√ß√£o de um espa√ßo social - o clube nocturno.
Tales from the Trophy Room apresenta as pr√°ticas de funcionamento de um clube nocturno onde o hedonismo e um certo erotismo aparecem de forma ritualizada mas com uma fun√ß√£o comercial, ac√ß√Ķes desprovidas de qualquer emo√ß√£o. ‚ÄúPrivate Dance‚ÄĚ √© o exemplo perfeito de como opera uma cultura superficial que nesta exposi√ß√£o funciona como o ponto de partida para a concep√ß√£o de obras inspiradas na transac√ß√£o de valores da cultura popular urbana, t√£o pr√≥xima da cultura do consumismo, desinformada e ca√≥tica.
Ser√£o exibidas obras originais, concebidas para esta exposi√ß√£o, nas quais os autores combinam humor e refer√™ncias √† Pop Art, explorando a no√ß√£o de gosto, vulgar e sofisticado, refor√ßando a sua origem anglo-sax√≥nica atrav√©s da inclus√£o da tradi√ß√£o do humor brit√Ęnico transposto para uma realidade aproximada ao contexto portugu√™s, atrav√©s da utiliza√ß√£o de stand-up comedy em articula√ß√£o com a performance registada em v√≠deo na pe√ßa ‚ÄúOpenings are Always Awkward‚ÄĚ
Este projecto ‚Äď uma exposi√ß√£o transvertida em Night Club - permitir√° m√ļltiplas leituras sob a forma de fantasias, desejos, medos, situa√ß√Ķes habituais numa cultura de conviv√™ncia. O p√ļblico, naturalmente convidado a participar e a reflectir sobre as tend√™ncias globalizantes dos nossos h√°bitos quotidianos, tema central nas obras ‚ÄúOpenings Are Always Awkward‚ÄĚ, ‚ÄúComic Battle‚ÄĚ e ‚ÄúBinge‚ÄĚ, ser√° confrontado com os c√≥digos que t√£o bem conhece da programa√ß√£o televisiva - concursos, programas de humor, c√≥pias de programas importados, cheios de um falso optimismo.
Em Março de 2010, os novos trabalhos produzidos para esta apresentação na Solar vão integrar outra exposição, na Golden Thread Gallery em Belfast, contribuindo para a divulgação deste projecto no contexto artístico internacional.

© 2022 Curtas Vila do Conde