Prometeu

Marcelo Lafontana, 2012

A propósito do espetáculo Prometeu, uma coprodução entre Estaleiro, o TFA – Teatro de Formas Animadas e a Casa da Música, que será apresentado no Teatro Municipal de Vila do Conde nos dias 10 e 17 de Março de 2012, Marcelo Lafontana concebeu um dispositivo que remete para o processo de criação da peça e para o próprio dispositivo cénico.
A peça põe em cena a odisseia do titã grego Prometeu, contada numa recriação ocidental do Wayang Kulit, famoso teatro de sombras indonésio.
Este trabalho inspira-se nas raízes tradicionais, mas desenvolve-as com tecnologia e linguagens do nosso tempo e da nossa cultura. As silhuetas ou marionetas podem ser manipuladas sobre uma mesa retro-iluminada e depois projectadas numa tela.

Marcelo Lafontana
Nasceu em São Paulo, Brasil, no ano de 1967. Licenciado em Artes Cénicas (São Paulo – Brasil) e Teatro e Educação (Coimbra – Portugal), com mestrado na área do ator-marionetista. Iniciou a sua carreira profissional em 1986, como ator, marionetista e professor de teatro. Assume em 1998 a criação e direção artística do projeto TFA – Teatro de Formas Animadas de Vila do Conde. Desde então, encenou diversos espetáculos com esta companhia. Participa em diversos festivais e encontros internacionais de teatro. Como docente na área artística, lecciona atualmente a disciplina Teatro de Formas Animadas na Licenciatura em Teatro da ESAP – Escola Superior Artística do Porto. Contratado pelo Ministério da Cultura – Direção Geral das Artes, pertence à Comissão Técnica de Acompanhamento e Avaliação de Projetos Teatrais na Região Norte.

© 2017 Curtas Vila do Conde