Untitled (Cactuses), 2011

Ligados simultaneamente, dois gira-discos tocam duas versões famosas do mesmo tema. A discrepância na duração de cada interpretação permite-nos ouvir, ao longo de todo o período de exibição, uma harmonia perfeita, como se de um dueto se tratasse, e/ou uma intensa cacofonia, dependendo do momento em que o visitante se depara com o trabalho.

2 gira-discos com função de repetição automática, colunas ativas, misturador, 2 dubplates com interpretações da canção LILIAC WINE (da autoria de James Shelton, 1950) por Nina Simone (1966) e Jeff Buckley (1994).

40 × 170 × 200 cm

Untitled (n'en finit plus), 2010-11

Uma adolescente, Beatriz Mateus, canta “La nuit n’en finit plus” de Petula Clarck, em downtempo a capella, dentro de um buraco escavado no solo de um campo.

Disco de Vinil
Som, 3' 03''

Instrumental Version Original video soundtrack, 2003

Interpretação do tema “The Robots” , do álbum “Man Machine” dos Kraftwerk (1978), pelo Coro de Câmara da Universidade de Lisboa, dirigido pelo maestro José Robert.

Disco de vinil
Som, 6'36''

Catriona Shaw Sings "Baldessari sings LeWitt" re-edit, "Like a Virgin" extended version original video soundtrack, 2003

Interpretação de “Sentences on Concetual Art” de Sol LeWitt (1969) por Catriona Shaw, para a versão instrumental longa de “Like a Virgin” de Madonna (1984).

Disco de vinil
Som, 13'40''

Untitled Version (I See a Darkness) original video soundtrack, 2007

Interpretação do tema “I see a Darkness” por Thomas Pimenta (voz e guitarra) e Miguel Dias (segunda voz e piano), com, respetivamente, 11 e 12 anos, baseada na versão de Johnny Cash do álbum “American III: Solitary Man” (2000). Composição original de Will Oldham (1999).

Disco de vinil
Som, 13'40''

Untitled (Original orchestrated ersatz light version), 2010-11

Este filme em alta definição documenta a inerpretação ao vivo do original de Adelaide Ferreira “Dava Tudo” (1989) pelo artista João Onofre e a própria autora e intérprete, num palco de um auditório. Os arranjos de orquestra foram feitos especialmente para o filme pelo maestro Vasco Pearce de Azevedo e interpretados ao vivo por uma orquestra sinfónica.

Vídeo HD, loop, 5’55’’
Realização: João Onofre
Intérpretes: Adelaide Ferreira, João Onofre
Música original: “Dava Tudo” de Adelaide Ferreira (1989), do álbum “Amantes Imortais”
Arranjos musicais: Vasco Pearce de Azevedo

© 2020 Curtas Vila do Conde