MIRROR

Christoph Girardet, Matthias Müller

DE, 2003, 8’10’’, HD video proj., loop, sound

Uma mulher, um homem, convidados numa festa noturna. Cenas, que são abandonadas gradualmente; as memórias de um acontecimento, olhares que perderam o seu objetivo.
Em "Mirror", as imagens congeladas são animadas apenas pela luz, que cria ligações mas também isola as personagens e separa-as do espaço que as rodeia. Como o eixo de um espelho, uma lágrima escorre até ao centro da imagem, separando as duas metades mas unindo-as num único motivo.
"As personagens numa tragédia, o ar que respiram, os cenários, são por vezes mais cativantes do que a própria tragédia, como são os momentos antes e depois, quando a intriga se suspende e os diálogos são silenciados." (Michelangelo Antonioni)

Christoph Girardet nasceu em Langenhagen, Alemanha, em 1966. Estudou Belas Artes Braunschweig School of Art (1988-94). Desde 1989 tem produzido vídeos e vídeo-instalações, algumas das quais em colaboração com o artista Volker Schreiner desde 1994, e a partir de 1999 com o realizador Matthias Müller. Girardet tem participado em exposições coletivas em instituições como o Stedelijk Van Abbemuseum, Eindhoven, P.S.1 Contemporary Art Center, Nova Iorque, e Hirshhorn Museum Washington. Exposições individuais do seu trabalho tiveram lugar em espaços como o Kunstverein Hannover, the Sean Kelly Gallery, New York; and the Kunsthalle Bielefeld. Girardet tem participado em festivais internacionais de cinema, incluindo Cannes, Veneza, Berlim, Toronto, Locarno, Oberhausen, e Roterdão. A sua obra integra diversas coleções públicas e privadas. Vive e trabalha em Hannover, Alemanha.

Matthias Müller nasceu em Bielefeld, Alemanha, em 1961. Estudou Arte e Literatura Alemã na Universidade de Bielefeld (1980-87), e estudou Artes na HBK Braunschweig (1987-91). Desde 2003, é professor de Cinema Experimental na Academy of Media Arts, KHM, Colónia. Matthias Müller é um artista que trabalha em cinema, vídeo, instalação e fotografia. Enquanto curador, organizou vários eventos de cinema avant-garde tais como o Found Footage Film Festival (1996 e 1999), o primeiro festival alemão de filmes autobiográficos, Ich etc. (1998), e vários programas itinerantes. Com os seus filmes e vídeos tem participado nos principais festivais internacionais de cinema, incluindo Cannes, Veneza, Berlim, Toronto, Locarno, Oberhausen e Roterdão. O seu trabalho tem sido também apresentado em diversas exposições individuais e coletivas. Em 1994, o Museum of Modern Art em Nova Iorque dedicou-lhe uma retrospetiva. Os seus filmes e vídeos integram coleções de instituições como o Centre Georges Pompidou em Paris, Museu d’Art Contemporani Barcelona, Nederlands Film Museum em Amesterdão, Goetz Collection, Munich, a coleção de Isabelle e Jean-Conrad Lemaître e a Tate Modern em Londres.

Os filmes de Christoph Girardet e Matthias Müller têm sido exibidos e premiados no Curtas Vila do Conde – Festival Internacional de Cinema desde 2003. “Revisitations” (2005) foi a primeira exposição dos dois autores em Portugal, concebida para o espaço da Solar – Galeria de Arte Cinemática. Participaram ainda nas exposições coletivas “Under Hitchcock” na Solar (2007) e “No Cinema” no Centro de Memória de Vila do Conde (2008-2009).

© 2017 Curtas Vila do Conde