Stephen Connolly
Christoph Girardet / Matthias Müller
Nicolas Provost
Anri Sala
Clemens V. Wedemeyer
Ghuna X


Abertura 21.06, sáb.

21:00
Abertura da exposição
22:00
Ghuna X performance

Exposição 21.06 - 12.09

21.06 - 04.07 / 14.07 - 07.09
ter. - dom., 14:00-18:00

A segunda atividade da Solar – Galeria de Arte Cinemática programada para 2014, AVENTURA ANTONIONI, explora as relações entre o Cinema e as práticas artísticas contemporâneas. Tendo como referência a obra de Michelangelo Antonioni, cineasta cuja obra antecipa a ruptura com convenções estéticas estabelecidas, esta exposição coletiva conta com 5 obras de artistas estrangeiros: duas anteriormente exibidas em Vila do Conde, “Zabrinski Point (Redacted)”, de Stephen Connoly, e “Mirror”, de Matthias Müller e Christoph Girardet; duas inéditas, “Answer-Me”, de Anri Sala, e “Silberhöhe”, de Clemens v. Wedemeyer; e, uma outra, de Nicolas Provost, encomendada a propósito pela Curtas Metragens CRL. Uma segunda encomenda dirigida a um artista português, resultará na performance musical de Ghuna X, alter-ego de Pedro Augusto.

Os autores, selecionados entre figuras de destaque a nível internacional, alguns dos quais com obras patentes em importantes espaços dedicados à Arte Contemporânea, são direta ou indiretamente inspiradas nos filmes de Antonioni. Servindo-se da desconstrução da linguagem tradicional do cinema, o que caracteriza também a atitude do cineasta ao longo de grande parte da sua carreira, estabelecem um diálogo entre as diversas abordagens cinemáticas, transformando o espaço da galeria numa reflexão sobre questões que emanam da confluência entre os dois territórios: das Artes Plásticas e do Cinema. A influência de Antonioni transpõe, ainda, as fronteiras do Cinema e das Artes Plásticas, alimentando a criatividade em imaginários paralelos, como o da música ou o da moda. Destas relações e cruzamentos surgem diferentes possibilidades que nesta exposição serão apresentadas em projeções contínuas de vídeo, no espaço expositivo, e numa performance musical, um ‘live act’ apresentado em dois momentos distintos, no terraço da Solar.

Seguindo uma lógica de programação na qual se inscrevem outras exposições coletivas anteriormente apresentadas na Solar, como “Under Hitchcock” (2007) ou “2012 Odisseia Kubrick” (2012), trata-se não só de homenagear um dos autores que mais marcou a História do Cinema, mas também de revelar a importância das suas obras enquanto referências fundamentais no contexto da produção artística contemporânea. A revisitação destas obras, através do ponto de vista de novos autores, de diferentes origens, meios e linguagens, permite a recuperação de memórias que são simultaneamente individuais e coletivas, possibilitando a sua permanente renovação.

O programa paralelo integra um conjunto de sessões a exibir no Teatro Municipal de Vila do Conde de 5 a 13 de Julho de 2014, no âmbito do 22º Curtas Vila do Conde – Fesival Internacional de Cinema, antecipadas pelas sessões regulares do Cineclube de Vila do Conde, no Domingo, 28 de Junho, e um painel de apresentação com os artistas presentes.

Organização: Solar - Galeria de Arte Cinemática
Parceria: Curtas Metragens CRL / 22º Curtas Vila do Conde - Festival Internacional de Cinema
Solar - estrutura financiada por: Câmara Municipal de Vila do Conde / Governo de Portugal / Secretário de Estado da Cultura / Direção-Geral das Artes
Apoio à divulgação: ArteCapital.net, E-cultura.pt, Metro do Porto, Rádio Linear

Direção artística: Miguel Dias, Mário Micaelo, Dario Oliveira, Nuno Rodrigues
Coordenação de programação: Mário Micaelo
Coordenação de produção: Davide Freitas
Produção: Raquel Moreira
Apoio à produção: Cândida Martins
Apoios: Jussara Oliveira, Raquel Moreira
Montagem da exposição: Davide Freitas, Hernâni Baptista
Comunicação, Imprensa: Felicidade Ramos, Sandra Mesquita
Design gráfico: João Faria, drop.pt
Spot vídeo: Pedro Maia

© 2017 Curtas Vila do Conde