Jonathan Saldanha<br />
© Maria do Carmo Louceiro

Jonathan Saldanha
© Maria do Carmo Louceiro

SÁB 20 JUNHO, 19h00

Solar Galeria de Arte Cinemática
Entrada gratuita

Parceria: Solar/Curtas Metragens e Circular Festival de Artes Performativas
integrada no ciclo de concertos do 10º aniversário da Solar
Apoio: Fnac

Jonathan Uliel Saldanha é construtor sonoro e cénico, que aborda no seu trabalho a pré-linguagem, os ritmos circulares, o animismo e as relações do som com os seus espectros.
Tem vindo a desenvolver um trabalho sonoro que parte de reminiscências da música cerimonial, da dimensão bruta do som e da voz organizados por sistemas auto-generativos e da vibração das cavidades do corpo e seu gesto intuitivo.
Compôs em 2012 a peça KHŌROS ANIMA para coro, sub-graves e espaço fabril ressonante. Em 2014 apresentou a peça sonora e cénica SANCTA VISCERA TUA construída a partir dos arquétipos de uma Via Sacra, nas Igrejas de Santa Clara (Porto) e São Francisco (Guimarães). Ambas as peças foram desenvolvidas numa investigação contínua sobre massas corais com o coro OutraVoz.
Integra a banda FUJAKO e é o lider do projeto HHY & The Macumbas. Fundador do coletivo SOOPA, editora e programadora de concertos e performance iniciada em 1999 e sediada no Porto. Tocou em festivais como o Sonar, Primavera Sound, Amplifest, Out.Fest, Milhões de Festa e em tour pelos estados unidos e europa, tocando em espaços emblemáticos como o Berghain Kantine em Berlin, o Stubnitz em Hamburgo ou o Issue Project Room em Nova Yorque.
Co-creador das peças Sputnik Day e Máquina da Selva apresentadas em Serralves assim como da exposição Antena construída pelo colectivo Embankment com o acervo da Fundação de Serralves.
Foi parte de Mécanosphère e da fanfarra FRICS, colabora com Raz Mesinai, Eyvind Kang, Diogo Dória entre outros e teve a sua música editada na Tzadik, Rotorelief, Ångström e Wordsound.
Info: http://jonathanulielsaldanha.com

© 2017 Curtas Vila do Conde