SELEÇÃO DE CARTAZES NACIONAIS E ESTRANGEIROS DOS FILMES DE JOÃO PEDRO RODRIGUES E JOÃO RUI GUERRA DA MATA
Impressão de vários tipos sobre papel, dimensões variadas, datas variadas
Design Luís Alegre e João Rui Guerra da Mata

16-05-2014, ESTA OBRA É PASSÍVEL DE PROVOCAR UMA EXPERIÊNCIA DESCONFORTÁVEL E EMOÇÕES NEGATIVAS NO PÚBLICO CHINÊS
João Rui Guerra da Mata
 e João Pedro Rodrigues
Instalação Installation, Projeção Vídeo, HD, cor, som / Portugal, 2016

DREAM, OH DREAM...
João Pedro Rodrigues e João Rui Guerra da Mata
Instalação, Portugal, 2016

Fato de latex original usado pelo actor Ricardo Meneses no papel “Sérgio”, no filme “O Fantasma” (2000), de João Pedro Rodrigues.

HOJE É DIA DE FESTA
João Pedro Rodrigues e João Rui Guerra da Mata
Instalação vídeo,180’, MiniDV, cor, som, loop / Portugal, 2016

Instalação multicanal realizada a partir dos rushes de “Parabéns!” (1997) de João Pedro Rodrigues.

WHERE’S CAPTAIN KIRK? 14-11-1997
João Rui Guerra da Mata e João Pedro Rodrigues
Projeção de diapositivos, p/b, cor, s/som, loop / Portugal, 2016
Instalação efémera para o dia da inauguração da exposição, 02/07/2016

Slides originais utilizados na festa da estreia da curta Parabéns! (1997), de João Pedro Rodrigues, no Bar Captain Kirk, Bairro Alto, Lisboa (14/11/1997).

CASTING #1: TELMO RICARDO MENESES, 13-02-1999
João Rui Guerra da Mata
Instalação, 26’30’’, MiniDV, cor, som, loop / Portugal, 2016

Primeira entrevista de casting para a longa-metragem “O Fantasma” (2000) de João Pedro Rodrigues, conduzida por João Rui Guerra da Mata com Vasco Branquinho.

IDENTIDADE NACIONAL
João Pedro Rodrigues e João Rui Guerra da Mata
Instalação / Portugal, 2016

O CORPO DE AFONSO
João Pedro Rodrigues
Vídeo Projeção, 32’, HD, cor, som, loop / Portugal 2013
MARIA BAKKER (GONÇALO FERREIRA DE ALMEIDA)
Fotografia de Luís Silva Campos, 2008 Impressão sobre papel
Adereço do filme “Morrer Como um Homem” (2009) de João Pedro Rodrigues.

JENNY LARRUE, GUERREIRA NUBA (JENNY LARRUE)
Fotografia de Luís Silva Campos, 2008 Impressão sobre papel
Adereço do filme “Morrer Como um Homem” (2009) de João Pedro Rodrigues.

MÁSCARA MORTUÁRIA DE TONIA (FERNANDO SANTOS)
Latex pintado, cabelo natural
Executada por Colin H. Arthur e and Sarah Pooley (Dream Factory Spain), 2008
Adereço do filme “Morrer Como um Homem” (2009), de João Pedro Rodrigues.

RÉPLICA DA HIPOTÉTICA ESPADA DE DOM AFONSO HENRIQUES, PRIMEIRO REI DE PORTUGAL
Forjada por Carlos Norte e Paulo Correia na Cutelaria Lombo do Ferreiro, 2012
Adereço do filme “O Corpo de Afonso” (2013) de João Pedro Rodrigues.

DUELO
João Pedro Rodrigues e João Rui Guerra da Mata
Instalação vídeo, 29’18’’, HD, cor, som, loop / Portugal, 2016

Projeção dupla sobreposta em écran de Perspex das curtas “Parabéns!” (1997), João Pedro Rodrigues, 15’, MiniDV, cor e “O que arde cura” (2012), João Rui Guerra da Mata, 26’, HD, cor, 2 projetores vídeo, som, loop.
Tendo como ponto de partida um plano de cada filme, que representa o mesmo exterior filmado da mesma janela, projetam-se em simultâneo o primeiro filme de João Pedro Rodrigues com João Rui Guerra da Mata como ator e o primeiro filme de João Rui Guerra da Mata com João Pedro Rodrigues como ator. “Parabéns!” (1997) e “O que arde cura” (2012) coabitam, sobrepostos, o mesmo écran, criando novas imagens e compondo novos sons.

PRAÇA DE ALVALADE
João Pedro Rodrigues
Instalação Vídeo, 25’, HD, color, sound, loop / Portugal, 2016

Curta metragem “Manhã de Santo António” (2012) de João Pedro Rodrigues, Portugal / França, 25’, HD, cor, som, mesa de madeira, projector vídeo, 2 auscultadores

"Manda a tradição que no dia 13 de Junho, dia de Santo António, o padroeiro de Lisboa, os namorados ofereçam vasos de manjericos enfeitados com cravos de papel e bandeirolas com quadras populares como prova do seu amor."

ALVORADA VERMELHA
João Rui Guerra da Mata e João Pedro Rodrigues
Projecção video, 27’, HD, cor, som, loop / Portugal, 2011
Cadeiras originais do antigo Cine Clube do Porto Original chairs from Oporto Film Club.

Macau, Mercado Vermelho, Fevereiro de 2011. Dois realizadores, um olhar. Os gestos e as rotinas, entre a vida e a morte. Em memória de Jane Russell (21 de Junho de 1921 – 28 de Fevereiro de 2011).

© 2017 Curtas Vila do Conde