Intro

A Solar – Galeria de Arte Cinemática acolhe mais uma exposição realizada no âmbito da ANIMAR, neste ano de 2022, a 17ª, o centro de um conjunto de atividades diversificadas que, para além de explorarem as relações entre o cinema e outras artes, promovem a aprendizagem lúdica e, ao mesmo tempo, a descodificação de conteúdos, através da documentação e demonstração dos processos que levam à criação das obras de cinema de animação.
As atividades propostas destinam-se a vários públicos, com ênfase na formação de crianças e jovens, desde o primeiro ciclo do ensino básico até à universidade, não esquecendo os mais pequenos acompanhados pelas suas famílias.
A programação da ANIMAR 17 constitui uma oportunidade para dar a conhecer algumas das mais relevantes curtas-metragens da produção nacional recente, com foco na história da animação portuguesa do século XXI, nomeadamente nos filmes da Bando à Parte, produtora sediada em Guimarães, e da sua declinação mais recente, o BAP Animation Studios, cuja base operacional se situa no Porto. A produtora foi apoiando, nos últimos anos, filmes de vários realizadores e animadores que já são, não só uma referência no panorama da animação em Portugal, como na Europa e no Mundo, uma vez que foram premiados muitas vezes em variadíssimos festivais internacionais de cinema. O estúdio de animação BAP acaba por ser uma consequência de vários anos de trabalho criativo de diversos autores, cujo futuro se avizinha bastante promissor, com vários filmes novos, recém estreados ou a estrear muito em breve. Laura Gonçalves, Alexandra Ramires, David Doutel, Vasco Sá, Vitor Hugo Rocha, Alexandre Boher Siqueira, são nomes que integram a família Animar, quase todos eles com diversas participações em edições recentes em exposições na Solar, formando um coletivo cujo espírito colaborativo é um exemplo de como também em Portugal o cinema de animação de autor poderá continuar a crescer.
A exposição é orientada para que funcione como um conjunto articulado de peças artísticas autónomas, de instalações, cujos dispositivos são por vezes inusitados, interativos e divertidos. Foi desenvolvida, portanto, para fazer aumentar o interesse pelos filmes que lhe deram origem, tal como pela exploração das possibilidades criativas que os seus elementos suscitam.
A ANIMAR 17 promove visitas guiadas à exposição na Solar, que podem integrar pequenas oficinas, sessões de cinema em vários espaços, preferencialmente no Teatro Municipal de Vila do Conde, mas também nas escolas e na própria galeria. Nas escolas, desenvolve atividades de formação de diferentes durações e destinadas aos mais variados escalões etários, proporcionando um conjunto de novas ferramentas, meios e metodologias que introduzem o princípio de aprender através de uma experiência lúdica e participada. Uma proposta de sensibilização para a arte, através da descodificação da imagem em movimento e da mobilização de saberes transversais, estimulando a imaginação através do princípio de aprender a brincar.

© 2022 Curtas Vila do Conde